E-mail marketing ainda funciona?

 

 

emaiol-marketing

Existe uma urgência em aproveitar as redes sociais para encontrar novos clientes. Há muita gente dando opinião, há corações batendo e cabeças girando! Para as empresas que desejam atingir os consumidores mais jovens, encontrar a melhor combinação das estratégias de marketing online pode parecer uma tarefa ainda mais difícil e urgente. Dentro deste contexto, há quem pergunte: “o e-mail marketing ainda funciona?”

 

Alguns textos sugerem que o e-mail marketing está sendo substituído por redes sociais ou se tornando menos efetivo. Sinto em avisar para os que acreditam nesta teoria que eles estão completamente ERRADOS. O e-mail marketing ainda é relevante? SIM, e agora mais do que nunca! Decidi resumir em três razões pelas quais o e-mail marketing continua a ser a mais poderosa ferramenta em seu arsenal de construção de relacionamento com o cliente.

 

1 – “A caixa de entrada é irrelevante”

É verdade que os consumidores atuais recebem mais e-mails do que nunca. E é justamente por isso que o e-mail marketing baseado em permissão é tão valioso para alcançar os clientes! Os consumidores estão mais exigentes sobre quais empresas são dignas de ter o seu tempo e atenção. Então quando eles se inscrevem para a sua lista de mailing, eles estão lhe dando um voto de confiança e acreditam que o seu conteúdo no e-mail será valioso para eles.

 

O e-mail marketing permite que você construa uma relação sólida que reflete a qualidade sobre a quantidade. Ele lhe dá poderes para atingir seus clientes mais fiéis e valiosos. Assim, você construirá relacionamentos mais fortes com eles ao longo do tempo. Este poderoso aspecto do e-mail marketing (de construir relacionamentos) não mudou, mas, na verdade, ficou até mais forte.

2 – “Redes sociais substituíram o e-mail marketing?”

É um equívoco acreditar que uma ferramenta poderá substituir a outra. As redes sociais são uma ótima maneira de fazer conexões informais com potenciais e novos clientes. Porém, esta falta de comunicação direta é prejudicial a longo prazo. Dessa forma, se eu postar algum conteúdo interessante no Twitter ou Facebook, meu público pode ou não notar. E as chances do seu público interagir com o conteúdo só diminui. Se o conteúdo chega pelo e-mail, ao menos a sua mensagem não ficará perdida em uma timeline lotada de conteúdos aleatórios. Em outras palavras, não há garantia de que a mensagem distribuída nas redes sociais terá o mesmo efeito direto que o e-mail marketing tem.

 

Isso porque, quando alguém abre o seu e-mail, dá a você a atenção dele, ainda que por um breve momento. Não há nenhuma atenção no mundo das redes sociais! Só vozes e distrações. De qualquer forma, as redes sociais são ótimos lugares para divulgar o seu boletim de e-mail e convidá-los a se inscrever no seu mailing.

 

Uma pesquisa recentemente levantada pela McKinsey & Company mostrou que o e-mail marketing tem uma eficácia até 40 vezes superior a todas as contas de redes sociais (Twitter, Facebook e Google+ JUNTAS!). Segundo o relatório, “se você se pergunta por que os departamentos de marketing e publicidade das empresas enviam muitos e-mails, a resposta é: porque funciona!”. Na mesma pesquisa também foi notado que 91% dos consumidores dos EUA utilizam o e-mail diariamente, e que são pessoas que compram a partir de um e-mail marketing. E, ainda, eles gastam 17% a mais do que os clientes que chegam pelas redes sociais!

 

Redes sociais têm lugar, mas o e-mail continua sendo o rei do relacionamento online

 

3 – “Jovens não usam e-mail”

Há quem acredite que jovens na faixa entre 18 e 24 anos não utilizam o e-mail. Uma vez que estes jovens começam a trabalhar, a importância do e-mail cresce consideravelmente. A chamada Geração Y começou sua comunicação digital pelas mensagens instantâneas, depois foi para as mensagens de texto com amigos, e no momento que começam a atuar no mercado de trabalho o e-mail se torna um importante método de comunicação. Por quê? Porque o e-mail é a forma pela qual o seu escritório se comunica.

 

Por isso, a caixa de entrada – seja de um executivo na casa dos 40, ou de um estagiário com 20 e poucos – é tão importante no relacionamento B2B e B2C. O nosso desafio atual passa a ser “como o e-mail marketing pode se adaptar ao público e permanecer em contato com as necessidades do público alvo”.

 

O e-mail marketing não só resistiu ao teste do tempo, ele provou seu valor e é uma ferramenta de marketing que se adapta e consegue melhorar suas estratégias de marketing digital online. O e-mail marketing é tão relevante e eficaz hoje como era há anos atrás. Quando alguém clica no seu e-mail, eles estão no SEU mundo, ainda que por alguns instantes. A questão é que em tempos de internet, esses instantes valem OURO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *